desabafo


o silêncio da noite, quebrado pelo barulho incessante de teclas e a vontade única de desabafar em palavras escritas, aquilo que não se tem alguém para desabafar em palafras faladas.
a falta que faz aqueles em que se apoia, quando não estão por perto. e o fortalecimento que isso causa, afinal, em um futuro breve será dispensável a presença daqueles, antes, indispensáveis.
a solidão desta caverna, tornou meu coração gelado e minha mente fechada. só assim serei capaz de conservar o calor de minha alma.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: