palavras de caetano


é estranho abrir os olhos a cada manhã e não ter aonde pisar ou um objetivo para alcançar, é estranho olhar pela janela nas primeiras horas da manhã e ver que o sol já se pôs.
dizem que a esperança é a última que morre, verdade, mas ninguém diz que ela é a primeira a abadonar o barco.
como sobreviver se as lágrimas que brotam da face afogam o coração que já não bate mais?
como sobreviver se em prantos se consome o último suspiro que a vida propõe?
como dizia caetano (veloso), “nada, nem que agente morra desmente o que agora chega à minha voz.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s