o medo que revivi em teus olhos


ver nos olhos daquele que é acuado a dor da obrigação.
quebrar barreiras do passado e fazer perder todas a covicções.
ter medo de fazer algo do qual se tenta fugir.

ontem eu vi olhos que tinham medo. medo que iria ver ao se olhar no espelho durante a noite.
medo do que os pensamentos diriam quando se encontrassem.
ontem eu vi olhos que sentiam culpa. culpa por poder fazer algo, mas que deixou passar.
culpa de ter sido fraco à ponto de não dizer absolutamente nada.
ontem eu vi olhos que cobiçavam. cobiçava algo que sabia que o destino jamais traria.
cobiça que talvez tenha cegado aquele que à possuía.

a sensação de impotência, vendo um ato do qual não me orgulho, e simplesmente, não fazer nada. simplesmente olhar e me calar. talvez por obrigação, talvez por medo, não sei. apenas sei que não fiz. eu simplesmente deixei que acontecesse.
talvez me calar não tenha sido a melhor das decisões…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: