curto | 4,3,2,1.


a janela aberta permitindo o sol entrar,
irradiando calor e me fazendo lembrar,
do quanto a vida por ser fria
se não tiver ninguém pra me esquentar.

o celular ligado mudo na mesa,
me dando a eterna sensação
de não ter ninguém pra esperar.

quebro tudo em volta de mim
e não me conformo com todo o silêncio.

meu coração sangra…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s