22:53h [ 4 ] / quatro meses e eu ainda choro olhando suas fotos.


cada degrau que andei, tinha seu nome.
cada momento que passei, tinha sua voz.
cada lembrança que lembrei, tinha seu sorriso.
és eterna e insaciável a dor que sinto.

se me pego na noite, pensando, é estranho como sempre te vejo em meus pensamentos.
se me pego de dia, vagando, é estranho como sempre te espero em meus momentos.
se me pego na vida, chorando, é pra mostrar tamanha a minha vontade e descontentamento.

hoje serei breve.
pois já faz tempo que você foi.
mas não por isso.
hoje serei breve,
porquê faz tempo que você se perdeu de mim.
pois antes era simplesmente amor,
e hoje é sombra do que poderíamos ter sido.

quatro meses é pouco, mas de tanto ter pouco, muito tempo já se passou.
hoje tenho palavras que expressam minha dor,
mas percebo que não tenho palavras pra expressar meu amor…
ou estas já foram usadas ou já não fazem mais sentido.

… até quando essa distância vai me machucar tanto?

Anúncios

Um comentário sobre “22:53h [ 4 ] / quatro meses e eu ainda choro olhando suas fotos.

  1. ahaha.
    A distância, a saudade e a insegurança de não estarmos com quem queremos, nos faz sentir pequenininhos. ;\
    Mas nada melhor que um afeto, um abraço e um carinho do próximo pra amenizar essas dores que tanto nos incomodam.
    Esquecer alguém no qual tanto gostamos é uma tarefa dificil, mas com o apoio do meio externo, as coisas se tornam mais confortavéis.
    E se depender de mim, te deixarei confortavél na medida do possível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s