a fome e o bolo


quando agente menos espera, tudo pode mudar…
uma ligação no meio da tarde…
uma pessoa que se conhece…
uma mudança de trajeto…
ou simplesmente uma mudança de comportamento.
é a liberdade que traz tais mudanças, e que pode fazer qualquer um o mais feliz dos seres.

– parando para analisar, percebo que as relações humanas consigo mesmas e com os outros ao seu redor, é em grande parte, se não totalmente, baseada na esperança sobre forma de atitude ou de momento.
é como se nos relacionássemos esperando que algo ou alguém mude, para que tal se adeque à nos.
muitas vezes sub-concientemente, às vezes consciêntemente, as pessoas se tornam escravas das impressões que esperam dos outros, e muitas vezes se torna impossível enxergar a realidade que se alastra sob a holografia que projetamos.
é como se ao invéz de julgarmos a capa de um livro, julgássemos o que esperamos que o livro seja e como ele afetará a nós mesmos.

“talvez o bolo nem esteja tão bom, mas a fome é tanta que este se torna o melhor bolo que já comi.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s