o molho de chaves pendurado na calça


eu tenho as chaves.
eu tenho todas as chaves de minha vida.
eu posso abrir ou manter abertas todas as portas que desejar,
mas eu, de tão ferido, resolvi fechá-las.
fechei todas as portas, portões e cadeados que estavam recém abertos.
fechei todas as janelas que mostravam o horizonte.
fechei tudo o que eu pude fechar e, principalmente,
fechei meus olhos para não mais ver o meu sofrimento.
fechei meus olhos para poder sonhar de novo.
para sonhar em paz.
para sonhar a mais.
fechei tudo, e engoli as chaves,
para que, lá no fundo, eu não possa voltar atrás.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: