o tio ausente e sua culpa presente


até hoje eu lembro o baita susto que tomei quando, pela primeira vez, ouvi tua voz ao telefone dizendo “oi titio diogo!”.
foi um misto de felicidade e espanto que nem eu soube medir.
ao mesmo tempo, ouvir tua voz me deu um tristeza sem tamanho, pois você tinha cresceu tão rápido e eu jamais assoprei uma vela de aniversário contigo, eu jamais pude trocar sua fralda ou ver seus dentes nascerem.
é como se eu fosse um retrato de alguém distante que você nunca conheceu.
sabe… me desculpa por não ser alguém presente, de nunca ter te dado um abraço ou de ter te desejado feliz aniversário.
me desculpa por nunca ter te dado um presente de natal, ou de nunca ter te levado ao parque ou ao cinema.
é, talvez essa seja uma das culpas mais pesadas que carrego nas costas.
às vezes me pergunto se sabes quem sou?
se sabe como é seu tio que jamais esteve contigo?
pra piorar ainda mais a situação, eu não sei em qual série está, qual o nome de seus amiguinhos, como é sua letra ou que músicas você gosta de ouvir.
mas saiba que, se eu pudesse voltar atrás e estar em cada momento de sua vida e de seu crescimento, eu estaria.
se eu pudesse, estaria do seu lado pra te levantar quando você caísse enquanto aprendia a andar, estaria contigo para ouvir suas primeiras palavras.
se eu pudesse, seria o melhor tio que você poderia ter.
de verdade, me desculpe por nunca estar por perto.
e saiba, que mesmo distante e ausente, eu sempre tive a certeza de te amar incondicionalmente.

Anúncios

Um Comentário

  1. Nunca é tarde para recuperar um passado perdido, Di. 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: