menino do passado


ainda me lembro daquele menino franzino dos cabelos castanhos que passava as tardes de verão em casa, com um livro na mão e a imaginação na outra.
uma vaga lembrança de uma infância silenciada pelos pensamentos altos e pelos momentos de conversas com as paredes e amigos invisíveis.
esse passado nada lembra o presente.
o menino franzino se tornou um homem forte e decidido, que já não fala mais com as paredes e que não mais passa despercebido.
alguém que não mais vaga e que sim, sabe quais caminhos tomar, por mais que às vezes não o faça.
as feições mudadas só refletem o quanto o pobre menino mudou.
mas se teve uma coisa que não alterou, não importa quanto tempo tenha passado, foi a raiz de sua essência: a liberdade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: