let´s play


sinta o cheiro do ódio em minhas roupas.
perceba a cor vermelha dos meus olhos enquanto encaro os teus.
perceba o meu punho fechado diante de tua face.
é tarde!
tarde demais pra voltar atrás.
tarde demais pra se arrepender.
tarde demais pra tentar consertar.
agora és uma de minhas vítimas.
tal qual o sangue escorre em tua boca, ele escorre em teu coração.
e sim, minha alma saltita de felicidade em ver o sofrimento deteriorar o seu sorriso de plástico e teu segredo e orgulho patético.
me sinto tentado à destruir o que te resta de bom.
se é que há algo de bom nessa carcaça putrefada e falsa.
mostre quem é você, assim como eu mostro quem sou.
tenha peito pra enfrentar a verdade e não se esconder atrás de máscaras carnavalescas que cairão na calada da noite.
saiba que sua rasteira já não tem mais efeito em mim.
eu estou tão sólido que nem os ventos bufantes saindo de sua boca podre serão capaz de me derrubar.
e se não sabes até aonde eu sou capaz de ir,
continue à jogar e verás então.

se antes eu estava por baixo, agora eu te joguei no inferno.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: