RECESSO: DIA 3


Tentando dizer à mim mesmo quem sou.

dizem que suas escolhas definem quem ou o quê você é, mas eu fico me perguntando se quem eu sou é definido pelo que eu escolhi ou se é definido por aquilo que eu realmente penso?
muitas vezes, nossas escolhas não são decididas por aquilo que pensamos, e sim por sentimentos primitivos e passageiros que nos cegam e nos controlam, como se incoporássemos as razões inexplicáveis para cada desejo.
são como momentos de euforia passageira que impede de raciocinar e acabamos por decidir o que não queremos ou fazer o que não deve ser feito. quando o emocinal ultrapassa o racional e nos vemos à beira de um abismo sem volta e, para o coração, a única opção seria cair.
será que eu tenho que, algum dia, me definir para alguém? ou será que eu posso apenas me contentar em somente eu conhecer minha verdadeira essência?
talvez eu não precise saber quem sou ou talvez eu me machuque à toa. talvez eu possa ser a liberdade ou uma alma perdida. talvez de nada adiante saber quem sou, se os segundos passam, as águas correm e os sóis se escondem, fazer eu ser diferente à cada momento.
ou talvez só falta eu me encontrar de verdade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s