boca à boca


minha boca beija a tua, que beija a dela, que beija a que sobrar. tua boca que beijou ela, que beija à mim, agora só me faz lembrar. minha boca, que procura a tua no beijo dela, mas à teu beijo só consegue amar. e a boca, que eu beijei pertençe à ela, mas eu queria que nossa história de novela, trouxesse sua boca de volta. porque, o beijo que eu beijo a boca dela, à ela não é de direito, é somente seu, acima de qualquer defeito. e o beijo que tua boca beija, não é o mesmo beijo que beijo eu, pois meu beijo não é mais o mesmo que o beijo teu. pois o beijo que tu me deu, era um beijo de verdade, e o beijo que beijo agora, é um beijo de solidariedade. e se o beijo que teu beijo deu, não é mais o beijo que o meu perdeu, de nada adianta seu beijo agora. pois agora eu tenho outros beijos, e nosso beijo já perdeu a hora.

Anúncios

  1. Hannah

    amei amei 🙂

  2. Dylan Mônaco

    E o beijo que agora se extende não tem hora para acabar…

    Parabéns pelo Blog, e pelo verso, tenta publicar em algum lugar, tem futuro se continuar assim.

    E viva o beijo e a arte de beijar!!

  3. Flávia NS

    Adorei,sempre sempre me surpreendendo com sua criatividade de transformar momentos marcantes em lindas palavras…….Adoro você,LIVRE,SEM PUDORES ,ABERTO A COISAS NOVAS E A FELICIDADE……

    BJS

  4. suzane

    viva ao beijo,viva a mistura,viva a criatividade!
    viva a você *-*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: