fim de julho


deixei de contar os dias que se passam, evitando ao máximo arrancar as folhas do meu calendário. não quero chegar em julho. não quero te deixar partir. não quero ter que acender velas durante meus dias de noite para suprir a falta de luz que você me deixou.
talvez seja o maior e pior inverno que eu terei em toda a minha vida, pois nele não haverá sol. só haverão estrelas no céu, para me lembrar da distância que estaremos. só haverá espaço vazio na cadeira ao meu lado. só haverá um espaço deixado por você em meus dias.
por mais que seja impossível, não quero dizer adeus. nem tchau e nem até logo. mas eu jamais seria digno de impedir o destino de se cumprir, porque eu tenho certeza de uma coisa: se for pra você voltar pra mim, você voltará. e eu estarei esperando. seja aqui, seja na china ou na alemanha.
e enquanto você não voltar, eu estarei esperando entre salas e escadas, corredores e sacadas. você estará em cada passo que eu der. em cada movimento que eu fizer. em cada decisão que eu tomar. e quando você voltar, eu estarei no mesmo lugar e do mesmo jeito que me deixaste. sentado, escrevendo alguma coisa, ouvindo alguma música interessante, planejando um futuro próximo.

Anúncios

Um comentário sobre “fim de julho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s