à mão livre


tento me concentrar mas não consigo. tudo aquilo é chato. viver aquilo é chato.
não me resta outra oportunidade se não tornar o real e cruel em lúdico. desenharei.
colocarei no papel meus sonhos, desenhados à caneta, em uma só cor.
farei dos meus desenhos uma extensão de mim. uma mostra do que e de quem eu sou por dentro.
alguém borrado, mas sensível. alguém determinado à acertar, mas, ao mesmo tempo, que só erra.
alguém que tenta se fazer notar e enxergar, mas que só faz parecer  um borrão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: