ignorância é uma benção


queria não saber que você partiu.
queria ter a certeza de te ver ainda,
todo dia de manhã quando o sol surgir.
de nada adiantou saber antes,
eu não pude deixar de sofrer,
ou de esperar.
uns diriam que fui tolo.
outros diriam que tolo foi meu sentimento.
mas nós sempre soubemos nosso limite,
nosso destino e nosso maior temor.
eu sabia de sua partida,
e você sabia que eu teria que ficar,
mas em momento algum eu me permiti duvidar,
de que quando estávamos juntos,
era pra valer e pra amar.
talvez eu tenha errado em me entregar tanto,
mas eu não podia deixar de aproveitar
todo o tempo que nos restava.
agora não importa mais aonde estejas,
se alemanha, brasília ou nicarágua.
talvez em breve nem lembres mais de mim,
mas, enquanto isso, lembre que estou aqui,
pensando em você, sentindo sua falta,
largado e abandonado em algum canto da casa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: