soneto para um raio de sol


se faço o espaço, desfaço o sentido
do ritimo e da dança, façanha de
nossa andança e esperança de te
ter de volta.

e se te quero, disfarço, refaço o
compasso do sentido de nós, e de todo
o passado que o homem viu, somente
à saudade serviu.

e perdido no tempo, pergunto pro
vento porque te trouxe de volta, toda
torta, pros braços meus.

e ele responde constante e distante
que passou a hora de você ir embora,
e agora só resta estar aqui.

Anúncios

  1. K.

    um louco soneto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: