ilusão


acordei e tudo estava escuro.
ainda era madrugada.
o sol estava escondido,
o frio reinava em meu corpo,
e somente a fome me fazia companhia.
tentei levantar da cama,
mas não conseguia. estava preso.
preso como em toda a minha vida,
preso como em toda a escuridão.
eu precisava sair de lá.
sair daquela cama.
sair da ilusão em que estava preso.
mas eu vivia,
ou, ao menos, fingia viver.
e conseguia me divertir,
mesmo que fosse só por fora.
mesmo que fosse só por um tempo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s