21 Anos – 08


Hoje eu resolvi repensar toda a nossa relação, e passei a imaginar como seria a minha vida sem a sua presença. A primeira palavra que me veio à mente foi tédio. Depois, resolvi pensar sério sobre a influência da sua pessoa em minha vida. Eu sei que hoje eu deveria estar falando de você, e não de mim (perdão pelo egocentrismo nosso de todo dia), mas não me conheceria tão bem se não fosse por você, Di. Temos todos os defeitos do mundo, menos o de não sermos verdadeiros um com o outro, e desconfio que esse seja o elo que nos une tanto, apesar da distância que a vida nos impôs.

Eu deveria criar um rol dos seus defeitos irritantes, mas acho que você já está cansado de me ouvir falar sobre eles (a gente nem precisa brigar de fato pra eu me sentir no direito de te falar sobre eles). Poderia também listar suas melhores qualidades, mas seria excesso de babação de ovo, e eu nem queria isso.

Enfim, eu detestei a responsabilidade de criar um texto sobre você justo no seu aniversário, mas já que não posso te dar um all star bonitão, pelo menos eu conto que te conheço e enrolo esse povo que veio no seu blog pra ouvir as encheções de linguiça que eu fiz. À essas pessoas, eu só proponho um brinde em água, em frente ao computador, pela felicidade do nosso amigo, Diogo.

Luisa Pinto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s