Torpe


acordei e aquele embrulho no estômago permanecia lá, ao meu lado. já não sei dizer mais do que seja, mas posso afirmar, com toda a certeza que perdi nos últimos dias, que tal embrulho não se cura com remédio. talvez um ansiolítico, ou um tarja preta contrabandeado. fora isso, só o tempo, seja ele de qual tamanho, pode calar o pensamento que insiste em dizer que as coisas mudaram.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: