Hate U, your fucking Grunge


Eu prometi que iria te proteger e cuidar de você, mas nunca fui capaz de fazer isso porque você sempre esteve distante e longe, mesmo quando tava perto, mesmo quando sua mão tocava a minha e quando eu reclamava de você querer se meter. Eu prometi cuidar de você mas você sumiu, você sumiu de mim, de meus olhos, de minha boca, de meu ouvido, de meu coração. E você prometeu que ia voltar, que ia voltar pra mim, que ia cuidar de mim também e nunca voltou. Eu sinto tanto a sua falta, de seus abraços, de seu carinho maléfico. Sinto falta de você me chamando de viado, de falando de útero e até de devolvendo os tapas que eu dava em sua cara. Tá tudo tão difícil sem você aqui, e eu queria você aqui, eu precisava de você um pouco. Mesmo destruído ou quebrado ou sendo você, esse poço de bosta que não sabe o que quer da vida mas que sabe se levantar, nem que precise destruir o mundo pra isso.

É, eu estou um pouco destruído por dentro e está tudo uma bagunça, minha vida está uma bagunça. E eu não tenho mais o chapéu que te prometi usar quando você voltasse pra mim e eu não tenho mais o apartamento que queria ter para você voltar, e eu não tenho mais nada do que pensei que talvez um dia tivesse antes.
Estou me reconstruindo, aos poucos, como uma grande merda que vai adubar algo novo. Mas tá doendo.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: