Uma nova razão.


Não sou mais escritor.
Deixei de ser há um tempo atrás.
Nunca mais escrevi.
Escrever era uma forma de não me perder.
De me manter firme.
De extrair o pior de mim e expôr.
Ridicularizar minha dor até ela não mais caber.
Em nada.
Agora não dói mais.
Não sofro mais.
Não choro mais.
Então não há nada a diminuir,
A esconder ou a oprimir.
E eu não sei escrever sorrisos.
Eles são difíceis.
São inquietos.
São tão vivos que se torna impossível,
Ao menos para seres possíveis,
Prendê-los em palavras.
Então eu vivi.
Vivi e voltei. Ou tentei.
Ainda me encontro em processo de aceitação.
Preciso aceitar essa nova motivação:
A inspiração na felicidade de amar.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: